sexta-feira, 13 de março de 2009

DESESPERO DE AMOR NADA

Eu não assimilo esta história de se matar por amor. A pessoa que mata a quem ama, em verdade se sente dona da outra, como se fosse um objeto, sua propriedade, daí não permitir que ela busque outro, ou rompa uma relação. Pior ainda é quando envolvem filhos, fazendo deles instrumentos para machucar, ferir o outro(a). Criminoso(a) quem age assim. Absurdo, por maior desespero que se tenha, o que um pai fez ontem em Goiânia, quando, em briga com a mulher a joga fora do carro, pega a filha de cinco anos foge, rouba um avião e depois o atira contra um shopping, matando a si e a filha. Ora, ora, que ele quisesse morrer, triste, mas... agora matar a filhinha para atingir a mãe e ainda por cima ter posto em risco a vida de centenas de pessoas no shopping é desespero com muita maldade. O que vocês acham?

23 comentários:

judite disse...

Bom dia AMIGO!!!
"O coração tem razões que a própria razão desconhece"...
Quem faz uma barbarie dessas NÃO PODE TER equilíbrio emocional!!!e INFELIZMENTE não consegue lidar com a rejeição.
PENSO que precisa MAIS de tratamento DO QUE de punição.
Abraço FORRRRRRRRRRTE.

Iris Almeida disse...

Particulamente acho dificil comentar sobre o tema. Porque, no meu pensar, é uma atitude tão irracional que qualquer comentario chega a ser obvil.
Lamentável. Desejo que esse caso sirva de reflexão para muitas pessoas que acham que "amar" é achar ser dono do outro e que o relacionamento deve ser ditado de regras.
Abraços

Julice Vieira disse...

Oi meu querido,
Poxa! Eu nem assiti a esta notícia, estou tão ocupada esses dias.... Mas dói muito saber que um pai foi capaz de matar sua própria filha, uma criancinha!! Gente!! Desse jeito fica difícil acreditar que estamos evoluindo. Acho que amor é justamente o contrário, é desprendimento, é querer que o outro esteja bem, mesmo não estando ao nosso lado,somos humanos claro, temos ciúme às vezes, somos possessivos por natureza, mas quem deve sofrer com isso somos nós, não a pessoa que está conosco. Não podemos deixar que sentimentos como esse direcionem nossas atitudes, nossa vida, temos que ser superiores a tudo isso, acredito eu. Ele não amava a si próprio, a sua vida, a sua filha(seu próprio fruto) como poderia amar a esposa? Pessoal, vamos orar por ele, ele deve estar precisando muito.

PAULO ANDRÉ DOS SANTOS disse...

Entendo que essas coisas, cada vez mais cotidiana em nossa realidade, são o fruto do momento em que vivemos: uma sociedade insana, que se auto-flagela, que se auto-distrói...Aprendemos a pensar individualmente demais. Infelizmente, são poucas as pessoas que conseguem enxergar a dimensão do "outro", da coletividade. E nós, dentro desse contexto, acabamos "achando" que o fim do mundo está próximo. Quando se noticia na mídia acontecimentos desse tipo, muitas pessoas, partindo apenas da crença, acabam dizendo umas as outras: "É fim de mundo".

Luiz Roberto disse...

Discordo de "gente que não é gente” (plagiando a frase de Medrado) precisa de tratamento e/ou procurar o porquê dessa ou daquela ação, origem e/ou o motivo de tal atitude. Pessoas desse naipe precisam ser primeiramente banidas da sociedade e depois condena-las a cumprir suas penas. Pessoas que se vestem de religiosos ficam procurando "pelo em casca de ovo" para amenizar fatos como esses.
Orar por eles e ajudá-los a pagar pelo erro faz parte da ação do Cristão. Mas depois de banir e punir.
abraço

MALU disse...

Amigo! como dizia D.Romana..(IN MEMORIUM ) gente não é gente..kkkkkk é a pura verdade, esse rapaz como classifica-lo na escala dos HUMANOS? NORMAL? oxente!!!! nada mais que: Um doente Mental mesmo.. a psiquiatria explica isso, façamos um debate, sugiro...Abraços Fortes meu guru.







)

José Medrado disse...

Eu me preocupo muito com esta questão de receber ajuda, oração...Sei, sim, que esta gente precisa de caridade, mas não poderemos nos esquecer de quem sofreu a sua sanha, a desgraça que gerou. Ele se vivo fosse deveria pagar, sim, pelos seus mal-feitos e receber as vibrações para o fortalecimento de seu ânimo. Tendemos a "perdoar" os doentes que provocam tragédias e engasgamos, guardamos rancor, mágoas, com pequenas agressões que sofremos, como por exemplo: ter o nosso ponto de vista desconsiderado. Pensemos nisto

Judite disse...

Querido AMIGO, boa tarde!!!
CLARO que, se vivo fosse, esse cidadão TERIA que ser punido, SEM DÚVIDA alguma...
Minha preocupação é que depressivos, desequilibrados emocionais, como êle, continuem ANÕNIMOS,SEM TRATAMENTO, porque CERTAMENTE irão cometer MUUUIIITASSS tragédias...
Abraço FORRRRRRRRRRRRRRRRRTE.

nalhe disse...

Nalhe,
Quem ama, cuida, protege enfim por amor não se destroem vidas.O humano é um enigma, é o inexplicável.A falta de amor prevalece nesse mundo, onde há homens de pouca fé.Acredito que esse ser cometeu um estupro contra uma menor segundo a mídia, e em desespero e desequilíbrio causou esse estrago.Vamos orar e vigiar para que esse mundo possa a cada dia ser menos
ruim.
Abçs

Julice Vieira disse...

Medrado,

Não se trata de perdoar ou não um assassino, costumo pensar que quem cometeu uma injustiça está precisando mais de oração do que o injustiçado. As pessoas mais evoluídas, mais virtuosas têm maior capacidade de superação dos traumas, eu acredito, mesmo sendo crianças. Devemos orar até mesmo para que ele possa reconhecer que errou, porque ele pode não ter consciência de que cometeu uma tragédia, acha que acertou fazendo o que fez, como saber? Acho que o ponto de partida para que ele possa se reestabelecer é o arrependimento. Será que estou enganada? O que você acha?
Beijos e abraços sempre.

José disse...

Perdõe-me,mas penso que se estamos querendo fazer este mundo melhor, deveremos buscar inspiração na oração, sim, mas fazer com que a nossa vivência seja mais cidadã, através das exigências aos poderes públicos dos nossos direitos, sem esquecer os nossos deveres. Precisamos nos engajar em maior cobrança, ao invés de ficarmos mais passivos, acreditando que não vale a pena e que não é conosco. Não percamos a capaidade de nos indignarmos, nunca.

Julice Vieira disse...

É José,
Acho você muito sensato, concordo quase sempre com tudo que você pensa e diz, você tem toda razão.

Um beijo.

Maria de Lourdes disse...

Amigos,

Fico perdida diante de tantas atrocidades que vem acontecido, e que ficamos sabendo através da mídia.
E, o que não ficamos sabendo...
Fatos de barbaridade...
O caso Isabela, a morte de Eloá, a assassinato de empresário paulista e toda
a família, chocante...
Tudo isso é falta de AMOR e TEMOR a DEUS.
Que Deus nos abençoe e nos defenda ...

Abraços.

Dany Santiago disse...

Oi Medrado! Saudades viu!
Menino sobre isso se não for insanidade mental desta criatura que cometeu este crime, eu nem sei dizer ao certo o que é. Muito triste! :´(

silvio disse...

Boa tarde meu Irmão. Por vezes lhe assisto na Tv Mundo Maior, e agora coloquei seu blog em meus favoritos.
Após alguns anos de estudo tenho percebido que as pessoas estão confundindo o que é a palavra AMOR a tal ponto que julgam promover ações que vão contra as Leis Divinas em nome de um "amor" que na verdade não passa de "egoísmo e orgulho". O Amor verdadeiro nos mostra o nosso Irmão Maior, Jesus Cristro, em toda a sua obra.
Um grande abraço fraterno!

www.edbarreto.blogspot.com disse...

Medrado,

Uma pessoa completamente desequilibrada, exibicionista. Acho que a falta de amor-próprio era tão grande que ele tentou transferir sua frustração em pessoas inocentes,

Frances disse...

que tratamento ,é muito simples trata-lo , ele nao deu esse direito a sua filhinha,se vivo estivesse,deveria ir para a cadeia catar pedra no sol quente ate o fim da sua vida terrena

Frances disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cema disse...

NA MINHA FORMA DE PENSAR E COM A MINHA RELIGIÃO ESPIRITA ACHO Q/ NADA ACONTECE POR ACASO...TUDO TERIA QUE TERMINAR COMO ACONTECEU...PASSAMOS A NOS PERCUNTAR O QUE TERIA ESSAS TRES PESSOAS FEITO EM ENCARNAÇÕES PASSADAS UMAS A OUTRAS P/ PASSAR POR ISSO TUDO? POR MAIS Q/ SEJA DOLOROSO A MORTE DA MENINA O QUE TERIA ELA FEITO NO PASSADO? FICA NO AR A PERGUNTA...
ABRAÇOS,

www.edbarreto.blogspot.com disse...

Cara, cá prá nós... sinto-me ofendido com alguns comentários. O que fui em vidas passadas não credencia ninguém a cometer bárbaros crimes. Assim, não tenho controle nenhum sobre minha vida. A vida é uma farsa. Desde quando eu não decido sobre ela, e sim, encarnações passadas.

claudia disse...

Essa atitude pode ser carmica? Ou apenas falta de Deus no coração? Que amor é esse que faz esquecer o certo e o errado violando todas as leis, a dos homens e a Deus. Será que esse homen em nenhum momento teve amor pela filha que viu nascer e carregou no colo dependo dele para sua proteção,sua raiva causa pela rejeição junto com orgulho ferido o levou a cometer esta barbaridade. Precisamos orar e amar as pessoas com se não houvesse o amanhã, pedindo forças para que Jesus nos livre de todo o mal e que traga paz no coração de cada habitante da terra. Abraço Claudia Valadares

Edilson disse...

Eu gostaria de saber do Medrado em relação a Eloá eu tenho a impressão que ela foi alguém muito importante e conhecida no passado,pois a mídia deu um destaque estrondoso ao caso,alem de o velório e enterro dela contarem com mais de 11 mil pessoas(absurdo)será que essas pessoas foram por mera curiosidade ou comoção?Não creio!!Deus se a impressão que era uma grande rainha ou princesa que estava se despedindo de seus súditos!!

Alvenir disse...

Quem ama liberta, respeita. Quem sabe amar compreende quando o outro(alvo desse sentimento) faz escolhas diferentes das suas, quando escolhe outro caminho a seguir. Quem ama quer ver o outro feliz ainda que nao seja ao seu lado.Quem ama é feliz por amar simplesmente, sem amarras ou imposiçoes.