segunda-feira, 30 de novembro de 2009

O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE?

Você acha realmente que o povo tem o governo que merece? Honestamente, penso que sim. É consequência da ação de dar o voto sem consicência. Vejam no Distrito Federal: o governador José Roberto Arruda foi filmado recebendo dinheiro, um grande maço, e disse que era para comprar panetones. Mas o povo do Distrito Federal já sabia quem ele era, pois na violação do painel do Congresso ele disse que não tinha nada com o fato, depois chora, volta atrás... Renuncia para não ser cassado. Logo, ele não enganou ninguém, mais uma vez cada um tem o governo que merece?

10 comentários:

Marta Cristina Oliveira disse...

Na minha opinião essa não é a questão...
Acredito que o povo precisa aprender a reivindicar mais seus direitos, reclamar, cobrar e realmente fazer valer a voz do povo. Nosso processo educacional não forma Cidadãos com capacidade de pensar sobre os fatos, eles formam mera maquinas reprodutoras de modelos. Como podemos cobrar do povo postura de eleitor se nem ao menos eles tem uma materia falando sobre politica na escola? As pessoas toleram demais as coisas no cotidiano, porque temos hoje crianças reprimidas, acomodadas que se tornam futuros adultos medrosos, que critica o cidadão que critica, que tem vergonha de quem reclama seus direitos ...Se todos cobressem seus direitos de forma efetiva, acredito que as coisas mudariam...Filas em postos de saude, fila em banco, crianças passando fome...Como eles não sabem cobrar através da educação, isso retorna para sociedade em forma de violencia, revolta, drogas...

Marta Cristina Oliveira disse...

Na minha opinião essa não é a questão...
Acredito que o povo precisa aprender a reivindicar mais seus direitos, reclamar, cobrar e realmente fazer valer a voz do povo. Nosso processo educacional não forma Cidadãos com capacidade de pensar sobre os fatos, eles formam mera maquinas reprodutoras de modelos. Como podemos cobrar do povo postura de eleitor se nem ao menos eles tem uma materia falando sobre politica na escola? As pessoas toleram demais as coisas no cotidiano, porque temos hoje crianças reprimidas, acomodadas que se tornam futuros adultos medrosos, que critica o cidadão que critica, que tem vergonha de quem reclama seus direitos ...Se todos cobressem seus direitos de forma efetiva, acredito que as coisas mudariam...Filas em postos de saude, fila em banco, crianças passando fome...Como eles não sabem cobrar através da educação, isso retorna para sociedade em forma de violencia, revolta, drogas...

Graça Vieira disse...

É Marta, penso por aí, também. Esse é o retorno de uma sociedade que não tem, por parte dos seus governantes, uma política de educação que possibilite a formação de cidadãos com capacidade de desenvolver pensamento crítico. Retorno de uma sociedade que não tem, por parte de suas instituições estruturais(meios de comunicação, escolas,grande parte das famílias e por aí vai...), a formação de seres humanos capazes de fazer contato mais profundo com a nossa condição de seres humanos ligados uns aos outros...

MASP 8ª C disse...

Não, o povo que merece o próprio povo que tem.


Abraço

Guilherme R. Fauque disse...

Elegemos nossos representantes, este é o papel de uma República. Assim como elegemos, temos que o dever de cobrar o que fazem no poder. Temos a falsa ideia de que somos menos do que os políticos que estão no poder, como se eles fossem os chefes e nós o empregados. Esta consciência tem que mudar! Temos que cobrar.

Podemos até merecer os políticos que estão lá, mas não precisamos aceitar suas desonestidades.

Guilherme
http://philosophia-aton.blogspot.com

JACIRA disse...

O que percebo é que mesmo aquelas pessoas que tem um estudo mais apurado e que sabe dos prós e dos contras de suas ações, simplesmente transferem as cobranças ao outro, como se o fato de ter mais conhecimentos fosse um abono para as falhas cometidas;uma vez que estas tem a capacidade de trocarem de lado- passam de culpadas a inocentes- num piscar de olhos.Acredito que enquanto todos estiverem vigiando a todos, as coisas continuarão emperradas, acredito piamente que cada um deve cumprir o seu papel da melhor forma que souber e puder e deixar de se procupar em julgar o próximo ou o distante, kkkkk- brincadeirinha- muito do que vemos, começará a tomar seu rumo!

Ronaldo Franco disse...

Infelizmente, nós temos muitos eleitores que não sabem escolher devidamente seus representantes, claro que é uma forma estruturada há muitos anos, parece propositalmente para que gatunos continuem roubando os cofres público há anos. É preciso urgentemente termos projetos de educação que realmente capacitem nossos alunos para que possa efetivamente terem senso crítico.

FILOSOFIA E TECNOLOGIA disse...

O povo Brasileiro vota mal. Isso é notório. Mas vota mal porque não tem cultura em sua maioria e por isso não tem meios de avaliar, de julgar e de comparar. Uma grande parte vende o voto em troca de promessas. O lado moral no sentido de não roubar não tem o peso que a imprensa ou as "INSTITUIÇÕES" julgam, pois a LEI DE GERSON (O levar vantagem em tudo seja por que meios for.)permeia o inconsciente coletivo, levando as pessoas a valorizar o chamado "jeitinho" para conseguir as coisas. Já assisti conversas entre políticos e candidatos a cargos políticos e pude observar o interesse sempre em ganhar dinheiro e não em servir à causa pública. Na verdade servir-se da coisa pública, como se essa fosse um baú sem fundo, onde todos pudessem por meio de uma travessura ir retirando de lá o máximo que possam. Não pensam que ao fazer isso estão lesando velhos e pobres, justamente os menos favorecidos. Cada um deveria fazer um teste de consciência e perguntar-se a si mesmo se ao exercer um cargo público e estando diante de uma oportunidade de ganhar muito dinheiro, a deixaria passar para preservar seu salário de funcionário público? Confesso que temo por mim próprio. Não sei se passaria no teste.
ABRAÇO

Alessandra disse...

Penso que o nosso povo brasileiro é que anda muito sofrido em sua maioria populacional pela desigualdade social e dificuldade de acesso a educação,saúde(a nossa legislação do SUS é linda mais deveria sair urgentemente do papel e se concretizar efetivamente através da responsabilidade e consciência de nossos governantes bem como a educação: princípio básico para verdadeira cidadania).Nosso país é rico em diversidades culturais, raciais,recursos naturais.Nosso povo é alegre,tolerante, apesar das dificuldades .Mas somos brasileiros e não desistiremos de finalmente construirmos uma verdadeira nação!!!!Tenho fé li isso em um livro de um antropólogo brasileiro que foi exilado:O Brasil é uma nova Roma lavada em sangue negro e indígena e um dia será uma GRANDE CIVILIZAÇÃO!!!Estou certa disso meu amigo!!!
Um abraço,
Alê.

Adelita Elias da Silva disse...

Eu acredito que somos um povo manso, e a maioria de nós ainda relativamente novos em a relação ao voto. Ainda não sabemos o valor do conhecimento e a preguiça de estudar nos aleja. Ficamos mais a vontade quando tem alguem a nos guiar, buscamos sempre uma muleta. Então aparece estes irmãos desavisados, achando mais espertos (políticos), sem ética alguma, poe-se a nos aliciar, daí então, a falta de príncipio que encontra ainda muito arraigada em nós, faz com que nos tornemos presas fáceis. Espero que em um futuro próximo nos tornemos mais resposáveis pelos nossos atos, e não coloquemos a culpa nos políticos apenas, conheçamos as nossas tambem e mudemos de atitude. Muito grata. Adelita E. da Silva Vazl