segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Intolerância Religiosa: pense e defenda!!

O dia 21 de janeiro foi oficializado como Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. A então vereadora Olívia Santana iniciou o marco, propondo a lei municipal, em razão de uma foto que foi  publicada na revista Veja, em 1999, ter sido utilizada, no ano de 1992, pelo Jornal Folha Universal para macular a imagem da mãe de santo Mãe Gilda. A foto presente na Folha Universal mostrava a imagem de Mãe Gilda com uma tarja preta nos olhos e a frase: "Macumbeiros charlatões lesam bolso e vida de cliente”. Pouco tempo após o ocorrido, no ano 2000, Mãe Gilda faleceu. A sua filha, Mãe Jaciara, enceta uma grande luta para fazer justiça contra a Igreja responsável pelo episódio, ganhando em todas as instâncias com muita luta e dificuldades. Não podemos fechar os olhos a este fato, dizendo que não é da nossa reunião, pois a história mostra que toda e qualquer onda fascista começa aparentemente longe de nosso quintal e, quando acordamos, já invadiu a nossa casa. Precisamos aprender a defender os valores de liberdade por puro e simples ideal de respeito à cidadania. Respeito é a palavra de ordem para tudo que seja do direito do outro exercer, dentro dos princípios constitucionais e legais do nosso país. 

Um comentário:

Katia Brigido disse...

É simplesmente um absurdo!
Espero que a filha esteja bem e confortada.
Sou contra este tipo de abuso por parte de qualquer religião.
Cada vez que uma pessoa discrimina outra, ela morre um pouquinho como cidadão.
Um abraço.
Katia
Cidade: macaé-RJ