terça-feira, 12 de janeiro de 2010

DEUS AGE ASSIM? O QUE VOCÊ ACHA?

"Dou uma parte de meu salário à minha comunidade. Sou muito radical com seus valores e não os negocio com ninguém. Tenho muitas experiências com Deus que me marcaram, mas destaco duas: minha mulher ficou grávida seis meses depois de nos dizerem que não podíamos ter filhos e, com 18 anos, fraturei a sexta vértebra e os médicos me disseram que era um milagre que eu pudesse andar", KAKÁ, JOGADOR DE FUTEBOL

11 comentários:

jeferson_bispo disse...

o dízimo e as ofertas são citados na Bíblia, como algo que os fiéis devem dar a igreja, não há no texto bíblico uma obrigação sob qualquer pena, para o não cumprimento.
mas, nas pregações atuais de algumas igrejas evangélicas, se você não contrubui, também não terá uma vida próspera, abençoada poe Deus.
imaginemos que as igrejas precisam, sim, de dinheiro, para gastos como energia, água, material de limpeza...
engraçado como outras ofertas não são levadas a igrejas. minha mãe é evangélica e cresci indo à igreja com ela. ninguém se interessava por deixar a igreja limpa, arrumada... o cargo de zeladora da igreja ninguém queria, mas o de porteiro, cantor, regente de grupos, entre outros, sim eram desejados, a ponto de fiéis fazerem jejuns, orações, "correntes", campanhas para alcançar esses cargos[nesse ponto são extremamente cabalísticos: 7 semanas, 7 sexta-feiras..].
se a oferta levada à igreja não fosse apenas pecuniária e o dízimo não fosse imposto pelos líderes religiosos atuais [que sempre usam o jargão de que é "a casa do Senhor!"], não presenciaríamos tanto luxo nas igrejas evangélicas, as pregações voltadas para a fartura, ter do bom e do melhor, levando fiéis a darem, até mesmo o total de seu vencimento, como um pacto com Deus, para ter tudo na vida.
fico ainda com uma curiosidade: com tantos templos religiosos, muitos fiéis freqüentando os, portanto "doando" ofertas e dízimos em espécie[com direito à arredundância], para onde vão esses valores?
por que se preocuparam quando há alguns anos, cogitou-se que as igrejas prestassem uma informação à órgãos públicos sobre o valor arrecadado, em doações de fiéis?
por que templos ja desabaram, por falta de manutenção e reparos em sua infra-estrutura?

FRED SANTOS disse...

Fico imaginando com meus botões o que Martinho Lutero diria sobre as Igrejas evangélicas de hoje, depois do esforço e da coragem demonstrada pelo mesmo para mudar a estrutura luxuosa e materializada que vivia ( e ainda vive ) a Igreja romana de então.
Continuamos, a humanidade, tal como antes, vivendo à sombra do medo, transferindo responsabilidades íntimas, acreditando em estórias criadas pelas religiões chamadas tradicionais para perpetuar o temor e a consequente manobra das massas, em nome do poder, do $$$ e da vaidade. E no movimento espírita de hoje, como analisaria o nosso Kardec? Vamos perguntar a ele? Aliás, ele já falou sobre o assunto? Não sei.... Abraços Medrado.

BARBY disse...

MEU CARO!

PERDIR UMA PESSOA MUITO QUERIDA, JA PEDI ORAÇAOES NA CIDADE DA LUZ, ESSA PESSO É UM SOBRINHO TINHA 28 ANOS E FEZ SUICIDIO, TOMANDO 7 PACOTES DE CHUMBINHO!
GOSTARIA DE SABER COMO POSSO AJUDAR!

OBRIGADA, MEU email é barbyvet21@hotmail.com

JACIRA disse...

A compra de indulgencias ou venda de indulgencias! Ah! lembrei-me em todos os setores da nossa sociedade ocorre isso como se fosse a coisa mais natural da vida!Aqueles que não dispõem do dinheiro- coitados! não são cidadãos,não são cristãos,não são crentes...Essa palavra para alguns é xingamento! É o humano! Deus? ah! Deus é simplicidade, bondade!Abraços caríssimo.

judite disse...

Bom fim de tarde AMIGOOOO...
NÃO!!!
Deus não barganha!!!
Seria injusto com os pobres materialmente, porque êles não teriam nada para trocar pelas graças... que nos são concedidas pelo nosso merecimento e fé, independente de raça, cor, religião, ou condição social.
Abraço FORRRRRRRRTE

P.S.Daqui a EXATAMENTE um mês...é seu niver!!! Viva!!!!

hugo disse...

Meus amigos!
No meu entendimento...temos que entender Deus como uma fonte de energia maior,tais como:amor,paz,tolerancia,paciencia,justiça...mas nao essa justiça do homem pois esta difere da de Deus.
Com relaçao a este caso citado no blog..temos que ver da seguinte forma pelo menos na minha opniao...NÃO devemos confundir a permissao de Deus com a vontade dele.EX:Uma pessoa faz maldades com as outras ou uma muito rica que usa de seu poder finaceiro para esmagar os menos favorecidos dega se assim de passagem...fica muito tempo vivo ou consegue aparentemente tudo que quer e nao paga por isso pelo menos aos olhos de algumas pessoas.isso nao significa que essa seja a vontade de Deus,...so por que o mal consegue vingar nao quer dizer que seja para sempre.
Um dia o acerto de contas sera inevitavel!...pois la seremos julgados por nossos meritos e nao por bens aqui conquistados.
Espero que possa com esse comentario talvez ajudar de alguma forma para o esclarecimento de alguma duvida.
Tomemos esse exemplo.

Nao confundir a PERMISSAO DE DEUS,
com a VONTADE DE DEUS.
obrigado.

helder.na disse...

amigos,
se o cristão, digo qualquer criação divina que aceita e reconheça a importancia de Jesus o Cristo, se dá ao luxo de contribuir, e isso p faz feliz que contribua, creio que Deus recompensa pq se pretende conhecer uma pessoa observe onde ela gasta seu dinheiro... exemplo meu pai que ja chegou a gastar 800 reais por mes com bebidas, se eceitasse Jesus e frequentasse igrejas evangélicas e decidisse contribuir com os 800 Reais pra mim ainda estava barato, pq ele poderia largar a bebida, e assim iria buscar da vida coisas realmente importantes, como a PAZ que transcende o entendimento humano, intimidade com Deus, transformaria seu dia-a-dia. Tudo isso o aproximaria de Deus, família, e de si próprio. mas voltanto ao dinheiro se vc valora seu carro vc gasta $$ pra lava-lo toda semana, polientos especial, trocas e manutenções periódicas, sua casa a mesma coisa... entao porque não ajudar a igreja....não devemos criticar tantos os outros, os espíritas já sofreram a ainda sofrem por causa disso. A única cautela deve residir no fato de pessoas oportunistas, que pode ocorrer em qualquer religiao, que não tem vivencia em Deus, e furtam o que não te pertencem.... creio que não tem nada a ver com Reforma Protestante, nada! ou indulgencias. Se agirem de má fé sera cobrado, pois plantar eh facultativo mas a colheita é obrigatória

PS eu adoraria ver um centro espírita do tamanho da universal iguatemi, mas acho que tem muitos espíritas empregando o seu $$ em carro e jóias...
um abraço a todos

Helder Nunes

Sandra disse...

Não, Deus não age assim...mas cá entre nós: qual instituição, religiosa ou não, vive sem o bendito dinheiro? Ainda mais as instituições filantrópicas como as casas espíritas? O que cada uma vai fazer com o valor arrecadado é responsabilidade dela, mas isso também não é desculpa para não contribuírmos certo? Vamos trabalhar junto à nossa instituição para sabermos se nosso dinheirinho está sendo bem empregado ou não. Esta é minha opinião. Beijos amado!

JOSE MATHEUS disse...

A VERDADEIRA CARIDADE...
Doar ou contribuir sempre é bom, desde que a mão esquerda não saiba o faz a direita, é tão bom ajudar, desde que o sentimento seja simplesmente o de se contentar com a felicidade daquele que foi auxiliado, sem aguardar algo em troca, mas infelizmente, na maioria das vezes não é isso que ocorre, o exemplo disso é o dizimo estabelecidos por determinadas entidades, pedem em nome de Deus, e prometem milagres, seriam falsos profetas ? Talvez, mas não cabe a nós julga-los, utilizemos da Fé inabalável, não se perdendo no caminho terreno, como aqueles que adentram a porta larga em procura de salvação. Como dito a fé deve ser raciocinada , e inabalável, pois a partir do momento em que somos atraídos por um pensamento irracional e descontrolado, estaremos nos distânciando da verdadeira Luz. Façamos da nossa veste carnal um instrumento de paz e de contribuição no trabalho do bem, sem se deixar elevar pelas promessas do HOMEM. Que a paz esteja conosco, e que Deus nos de força para prosseguirmos no verdadeiro caminho.
Medrado moro no interior de São Paulo, a 300Km da capital, e a realização de uma palestra sua em nosso Municipio seria a realização de um sonho da comunidade espirita local. Um grande abraço...

jeane disse...

Iluminado José Medrado...
Participei do Congresso espírita em Natal/RN, e tinha que externar que tuas belas palavras foram um transporte de luz divina, fiquei completamente leve e serena de pazzz.... tamanha luz que me fez enxergar com outros olhos os problemas terrenos, perplexa diante de ti...Deus manda anjos na terra para nos ensinar e é com grande admiração que vc é abençoado!!! um forte abraço e fica com Deus!!! Jeane Magaly...gostaria muito de manter contato com vc....jeanemagaly@hotmail.com

indigo disse...

Deus não barganha! a energia perfeita e imutável que a tudo permeia, penetra e vivifica espera o burilamento de cada alma encarnada. o trabalho de burilamento é fogo puro. O fogo que queima o ego, o orgulho, a intolerancia.......Lembro-me de jesus, se revoltandocom os vendilhões do templo.....e das vendas das indulgencias ....."well".."que a nossa ideal igreja seja o altar da caridade"...e que de bom coração e, com boa vontade, possamos doar um pouco do nosso tempo e dinheiro ganho com o suor do nosso rosto, á construção e manutençãodo nosso templo interno e porque não, do local aonde encontramos outros que agem e pensam como nós? afinal, dar o que quer que seja sem esperar algo, é utopia. Esperamos ver na CIDADE DA LUZ, mais crianças assistidas(eu espero), já que não consigodoar tempo....ao templo....mas o Criador, esse(se assim posso chamar "áquele " que não não foi criado)que está fora do alcance da nossa bruta falta de sabedoria animal...está além de quaisquer definições ou entendimento não, definitivamente, não barganha
"A CADFA UM SERÁ DADO CONFORME SUAS OBRAS"
PRONTO, FALEI